WikiFox

Tandara Caixeta


(Redirecionado de Tandara_Alves_Caixeta)

Tandara Alves Caixeta (Brasília, 30 de outubro de 1988) é uma jogadora de voleibol do Brasil. Joga atualmente no Osasco Voleibol Clube e também é oposta da Seleção Brasileira.

Tandara Caixeta
campeã olímpica
Tandara durante o Grand Prix de 2012.
Voleibol
Nome completo Tandara Alves Caixeta
Apelido Tand e Tands
Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 30 de outubro de 1988 (32 anos)
Brasília, DF
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 87 kg Altura: 1,84 m
Clube Osasco Voleibol Clube[1]
Medalhas
Competidora do Bandeira do Brasil Brasil
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Equipe
Campeonatos Mundiais
Bronze Itália 2014 Equipe
Liga das Nações
Prata Rimini 2021 Equipe
Grand Prix
Ouro Tóquio 2014 Equipe
Ouro Bangkok 2016 Equipe
Ouro Nanquim 2017 Equipe
Prata Macau 2011 Equipe
Copa dos Campeões
Ouro Japão 2013 Equipe
Prata Japão 2017 Equipe
Masters Montreaux 2017
Ouro Suiça 2017 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Ouro Guadalajara 2011 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Ouro Cáli 2017 Equipe
Competidora do Vôlei Futuro
Torneio Top Volley
Prata Basileia 2010 Equipe
Competidora do Sesi-SP
Torneio Top Volley
Prata Basileia 2012 Equipe

Foi campeã da medalha de ouro olímpica em Jogos Olímpicos de Verão de 2012, na cidade de Londres. Após ter ficado de fora da edição de 2016, na cidade do Rio de Janeiro no Brasil.[2] Ela, novamente, assumiu a titularidade da equipe para o ciclo que compreende os Jogos Olímpicos de 2020, na cidade de Tóquio.

Índice


Carreira

Caixeta no jogo contra a seleção de Camarões.
Tandara em um jogo contra a seleção do Azerbaijão.

Disputou sua primeira Superliga em 2005, aos 16 anos, pela equipe Brasil Telecom, alcançando a 6ª posição na competição por duas temporadas. Na temporada 2007/2008, a jogadora foi contratada pela equipe Finasa/Osasco, no time paulista conquistou o seu primeiro título - Campeonato Paulista 2007 - e foi vice-campeã da Superliga.

Na temporada seguinte, Tandara Caixeta se transferiu para a tradicional equipe de Pinheiros e teve a oportunidade de atuar como titular durante praticamente toda a competição, ajudando a equipe a chegar na quinta colocação.

Aos 20 anos, com propostas para jogar no exterior, a jogadora decidiu pela visibilidade dos times brasileiros e se mudou para o sul do país para ser destaque da equipe da Cativa, de Brusque-SC, com a qual conseguiu alcançar os playoffs da Superliga. Individualmente, Tandara foi a terceira maior pontuadora do torneio com 428 pontos e foi eleita a melhor defensora do campeonato.

No final de 2010, a brasiliense voltou para o estado de São Paulo ao acertar com o Vôlei Futuro, de Araçatuba, jogando ao lado de Paula Pequeno, Fabiana, Joycinha e Stacy.[3] Correspondendo às expectativas, Tandara anotou 358 pontos na Superliga, e ajudou o seu time a chegar ao terceiro lugar.

Em 2011 foi convocada para a Seleção Brasileira de Novas que disputou a Copa Yeltsin, na Rússia, sua atuação -era reserva, mas chegou a marcar 22 pontos em uma partida- fez com que fosse convocada para o Pan-Americano de Guadalajara, conquistando a medalha de ouro na competição, sendo responsável pelo ponto final contra as cubanas.

Na temporada 2011/2012 voltou a jogar pelo Osasco,  sendo a segunda melhor sacadora da competição, anotou 314 pontos e foi eleita a MVP da grande final, que deu o título para a sua equipe.

Foi convocada para os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.[4] A Seleção Brasileira de Voleibol Feminino terminou a disputa com a medalha de ouro.[5]

Na sua volta ao Brasil, Tandara foi contratada pelo Sesi-SP.[6] Já em2013/2014, passou a integrar o Vôlei Amil, de Campinas, equipe que acabou eliminada nas semifinais da Superliga Feminina pelo time Unilever Rio de Janeiro,[7] Tandara foi a principal jogadora da competição, marcou 470 pontos e teve o melhor saque. Nessa temporada a brasiliense quebrou o recorde de pontos em uma só partida, marcou 37 pontos contra o Praia Clube, batendo os 36 pontos de Fernanda Garay e Karin Rodrigues, o mais impressionante é que nessa temporada os sets eram de 21 pontos e não 25 como nas edições anteriores.

Na temporada de 2014/2015, Tandara foi para o Praia Clube, e no meio dos playoffs, descobriu-se grávida do jogador Cléber Mineiro, sendo impedida de participar da temporada da seleção.[8] Após o nascimento da filha Maria Clara em setembro, lutou para voltar à forma e disputar a Superliga já no mês seguinte.[9] Eventualmente assinou com o Minas para a temporada 2015/2016.[10]

Em 2016 assinou com Vôlei/Nestlé (Osasco) para temporada 2016/2017 sagrando-se campeã paulista e vice-campeã da Superliga, onde foi eleita a melhor sacadora e maior pontuadora, com 430 pontos. Foi convocada para a Seleção Brasileira em 2017, conquistando o título do Montreux Volley Masters e do Grand Prix.[11][12]

Para temporada 2017/2018 renovou seu contrato com Osasco, sendo uma das referências de passe, saque e ataque da atual edição da Superliga. Recebeu premiações individuais, como maior pontuadora anotando incríveis 626 pontos, melhor atacante e melhor jogadora.

Para a temporada 2018/2019 Tandara foi contratada pela equipe chinesa Guangdong Evergrande. Na época, sofreu uma lesão durante sua experiência internacional.[13]

Na temporada 2019/2020, Tandara foi contratada pela equipe do Sesc RJ[14], comandada por Bernardinho, onde mesmo ficando de fora de alguns jogos por problemas físicos, foi a sexta maior pontuadora da Superliga com 299 pontos e com uma média de 5,16 pontos por set, destacando-se novamente no cenário nacional. Na temporada seguinte retornou ao Osasco.[15]

Esteve entre as convocadas para os Jogos Olímpicos de Verão de 2020, realizados em 2021, que foram adiamentos devido aos efeitos da Pandemia de COVID-19, na cidade de Tóquio no Japão.[16] Na decorrer da reta final da competição, Tandara foi acusada de uma potencial violação antidoping ocorrida durante um teste realizado em julho de 2021, ainda no Brasil.[17] A jogadora embarcou de volta do Japão para o Brasil, antes mesmo da vitória da Seleção Brasileira contra a Seleção da Coreia do Sul, por 3 sets a 0, pela semifinal da competição, do qual ela acabou sendo substituída no jogo pela jogadora Rosamaria Montibeller.[18]


Títulos pela Seleção

Medalhas de Ouro

Medalhas de Prata


Medalhas de Bronze

Prêmios Individuais

- MVP da final da Superliga 2011-2012

- Maior Pontuadora Superliga 2012-2013

- Maior Pontuadora Superliga 2013-2014

- Melhor Saque Superliga 2013-2014

- MVP Campeonato Paulista 2016

- Melhor Saque Superliga 2016-2017

- Melhor Atacante Superliga 2016-2017

- Maior Pontuadora Superliga 2016-2017

- Craque da Galera Superliga 2016-2017 (Voto Popular)

- MVP Sul Americano de 2017

- Melhor Oposta Copa dos Campeões 2017

- MVP do Torneio Internacional Final Four (Representando Vôlei Nestlé)

- Melhor Atacante do Torneio Internacional Final Four (Representando Vôlei Nestlé)

- MVP Campeonato Paulista 2017

- Maior Pontuadora Copa Brasil de Vôlei 2018

- MVP Copa Brasil de Vôlei 2018

- MVP Superliga Nacional 2017-2018

- Melhor Atacante da Superliga 2017-2018

- Melhor Oposto da Liga das Nações de Voleibol Feminino de 2018

- Melhor Oposto da Liga das Nações de Voleibol Feminino de 2021


Referências

  1. Gabriel Rodrigues, João (20 de maio de 2016). «Tandara assina com o Osasco e se apresenta após os Jogos Olímpicos» . globoesporte.com. Grupo Globo. Consultado em 15 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2016
  2. Janeiro, Por João Gabriel RodriguesRio de. «Zé Roberto corta Camila Brait, Tandara e Roberta e define lista olímpica» . globoesporte.com. Consultado em 8 de agosto de 2021
  3. «Vôlei Futuro anuncia cinco contratações e terá Tandara na equipe feminina - 26/05/2010 - UOL Esporte - Vôlei» . www.uol.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2021
  4. «Zé Roberto fecha a convocação da seleção; Fernandinha é a novidade» . globoesporte.com. Consultado em 8 de agosto de 2021
  5. IOC. «London 2012 volleyball women Results - Olympic volleyball» . Olympics.com (em inglês). Consultado em 8 de agosto de 2021
  6. Redação. «Melhor do Vôlei – Tandara, do Sesi-SP, é o grande destaque da última rodada do turno» . Consultado em 8 de agosto de 2021
  7. «Unilever bate Vôlei Amil e vai a nova final na Superliga Feminina» . www.nsctotal.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2021
  8. Oposto Tandara anuncia gravidez e vai perder temporada pela Seleção Brasileira de vôlei
  9. Tandara já prepara retorno às quadras com a perda de 16 quilos que ganhou na gravidez
  10. Minas anuncia contratação da oposta Tandara, campeã com a Seleção
  11. FIVB. «BRAZIL SET ALL-TIME RECORD IN WORLD GRAND PRIX WINS» (em inglês). 6 de agosto de 2017. Consultado em 6 de agosto de 2017
  12. Volleymasters.ch. «Brazil crowned Montreux Masters champions with win over Germany» (em inglês). 11 de junho de 2017. Consultado em 11 de junho de 2017
  13. Fernando Gavini (13 de novembro de 2018). «Tandara sofre lesão na China e deixa quadra carregada. Veja vídeo!» . Olimpíada Todo Dia. Consultado em 8 de agosto de 2021
  14. «Tandara, Fabíola, Amanda... Sesc-RJ confirma pacotão e reformula elenco para nova temporada» . ge. Consultado em 7 de agosto de 2021
  15. «Vôlei: Osasco apresenta Tandara, ex-Sesc-RJ, para a temporada 2020-21» . O Repórter. Consultado em 7 de agosto de 2021
  16. «Zé Roberto convoca seleção do Brasil para Olimpíadas de Tóquio» . ge. Consultado em 7 de agosto de 2021
  17. «Tandara testa positivo em exame antidoping para a substância proibida ostarina» . ge. Consultado em 7 de agosto de 2021
  18. «Entenda o caso da potencial violação antidoping da jogadora Tandara» . CNN Brasil. Consultado em 7 de agosto de 2021

Ligações externas





Fonte


Data da informação: 20.09.2021 01:25:19 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença do texto: CC-BY-SA-3.0. Os autores e licenças das imagens individuais e dos media podem ser encontrados na legenda ou podem ser exibidos clicando na imagem.

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Nota importante Uma vez que o conteúdo dado foi adquirido por máquina da Wikipedia na altura indicada, um exame manual foi e não é possível. Portanto, WikiAnt.org não garante a exactidão e a actualidade do conteúdo. Se entretanto as informações estiverem erradas ou se estiverem presentes erros na representação, pedimos-lhe que nos contacte: email.
Veja também: Impressão & Política de Privacidade.